PERDÃO E SALVAÇÃO - FÉ E OBRAS


Como vimos anteriormente, Jesus é a única solução para a humanidade caída no pecado, pois diz a Bíblia: "Em nenhum outro há salvação, pois também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (ATOS 4:12). Não era propósito Divino que a humanidade caísse em pecado e o mal invadisse este mundo, deteriorando a criação Divina e até mesmo a imagem do próprio Deus na mente das pessoas; da mesma forma também não é propósito de Deus que a humanidade assim permaneça, portanto Deus, em sua infinita sabedoria e misericórdia, providenciou um modo de libertar suas criaturas caídas das garras do mal; mas a consequência natural do pecado é a morte, pois para haver remissão dos pecados é preciso haver derramamento de sangue e qual sangue pode limpar o pecador de seus pecados? A resposta é obvia, se somos todos criaturas, nosso sangue não teria tal efeito, pois se derramamos nosso sangue, morrendo, estaremos apenas colhendo o fruto cabível pelo pecado, sangue de animais, como nos rituais descritos e muitas vezes mencionados no Antigo Testamento, também nada podiam fazer, aquele ritual de sacrifícios do santuário, eram apenas uma representação do verdadeiro sacrifício em remissão dos pecados. Nem mesmo o sangue de um Anjo celestial poderia nos remir do pecado, pois apesar de um Anjo de Deus ser puro, santo e superior a nós, ele também é uma criatura. A Bíblia nos dá a resposta: "em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação. Pois nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele (...) A vós também, que noutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora, contudo, vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para perante ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis (...)" (CLOSSENSES 1:14-17, 21-22). Somente o sangue do próprio Criador - Jesus Cristo - poderia nos dar a garantia de salvação contra o pecado, pois foi Ele quem nos criou, como lemos no texto acima, logo Ele somente poderia pagar o preço por suas criaturas caídas em pecado, afim de poder garantir-lhes o perdão e a remissão da culpa pelo pecado. E de fato Ele o fez, vindo a este mundo, trazer as boas novas da salvação para esta raça decaída, também oferecendo a sí mesmo como sacrifício para remoção dos nossos pecados, cujo sangue é o único que tem tal poder. E para que este trabalho fosse completo, Ele deveria ressuscitar, pois assim obteria vitória completa sobre o pecado e a morte. Vejamos o que a Bíblia diz sobre isto: "E, se Cristo não foi ressuscitado, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados." (I CORÍNTIOS 15:17).
Todavia, muitos são tentados a crerem que o fato de Jesus ter morrido em nosso lugar, crucificando com Ele os pecados de toda a humanidade e ressucitado, nos garantindo o perdão dos pecados e o direito da vida eterna nos isenta de guardarmos Sua Lei e de praticarmos boas obras; muitos acreditam que basta ter fé, crer em Jesus e tudo está resolvido; acham que uma vez salvos, salvos para sempre; dizem que Jesus já fez as obras e já guardou a Lei por nós e que portanto, já não devemos nos preocupar com isto, afinal, qual ser humano, por santo que tente ser, consegue guardar a Lei totalmente sem tropeçar em nenhum ponto? Averiguemos o que a Bíblia diz sobre isto... "Responderam eles: Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa." (ATOS 16:31) e "Pois é pela graça que sois salvos, por meio da fé - e isto não vem de vós, é dom de Deus - Não das obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas." (EFÉSIOS 2:8-10); realmente, para ser salvo basta crer em Jesus e no seu sacrifício por nós na cruz, ter fé que sua morte e ressurreição pode nos salvar e nos limpar de todo o mal, mas só ter fé, de nada valerá se não aceitarmos a Jesus como nosso Salvador e também Senhor! Pois a partir do momento em que verdadeiramente cremos nEle, esta fé, a verdadeira fé, permite que o Espírito Santo trabalhe em nós, produzindo frutos, que são as boas obras, a prática delas são consequência natural - como causa e efeito - da fé genuína e a Bíblia confirma isto: "Meus irmãos, que proveito há se alguém disser que tem fé, e não tiver obras? Pode essa fé salvá-lo? [...] Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma [...] Mas queres saber, ó homem insensato, que a fé sem as obras é inútil? [...] Assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem as obras é morta." (TIAGO 2:14, 17, 20, 26) e "anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma! Antes confirmamos a lei." (ROMANOS 3:31). A prática das boas obras e a guarda da Lei de Deus, não servem para salvar, elas são consequência de já termos experimentado a Salvação em Jesus; somente se ainda não aceitamos a Jesus como nosso Senhor e Salvador, ou seja, somente se ainda não experimentamos a Sua Salvação, não nos importaremos em produzir frutos para Ele, praticando boas obras e guardando Sua Lei. Mas se já O aceitamos em nossa vida e já nos submetemos à Sua vontade, automaticamente tais frutos aparecem e não é preciso esforço para isto, pois á natural do verdadeiro cristão, assim como é natural uma laranjeira produzir laranjas; o cristão legítimo, não pratica boas obras, nem guarda a Lei para ser salvo ou mostrar que é cristão, ele o faz por já estar experimentando a Salvação que há em Cristo Jesus e porque é cristão. Mas uma vez salvos não significa que estamos salvos para sempre, pois se fosse assim, poderíamos pecar o quanto quiséssemos, que não nos perderíamos, logo o sacrifício de Jesus para nos resgatar do pecado seria em vão; se nos desviarmos do caminho do Senhor, o qual conduz à Salvação, estamos novamente sujeitos à perdição, a menos que nos reconciliemos com Deus por meio de Jesus novamente, vejamos como a Bíblia confirma isto: "Se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento a verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo que há de devorar os adversários. Todo aquele que quebrava a lei de Moisés, morria sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. De quanto maior castigo cuidais vós será merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com o qual foi santificado e ultrajar o Espírito da gaça?" (HEBREUS 10:26-29) E não há outra forma de alcançarmos a Salvação, só mesmo por intermédio de Jesus Cristo. "Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a vedade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim." (JOÃO 14:6). A morte e ressurreição de Jesus nos garantiu o perdão da culpa pelo pecado, mas não nos livra de colhermos as consequências de nossas escolhas, a menos que haja algum propósito Divino envolvido... "Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará." (GÁLATAS 6:7).



REFERÊNCIA
Bíblia Thompson

LEGENDAS
Textos Bíblicos
Textos Bíblicos em que aparece palavras de Deus.

2 comentários: