A VOLTA DE JESUS E A REDENÇÃO FINAL

Para definitivamente findar o pecado, Jesus prometeu voltar, afim de recompensar a cada um conforme o bem ou o mal que houver feito, antes de subir ao céu, Ele prometeu que iria nos prearar lugar no Seu Reino, depois regressaria para nos buscar e levar com Ele, para que possamos estar para sempre junto dEle... "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." (JOÃO 14:1-3). Quando Jesus voltar, fará separação entre o Seu povo e o restante da terra que recusou seguí-lo, considere o seguinte texto: "E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna." (MATEUS 25:31-46). Eis a nossa urgente necessidade de vivermos o sincero cristianismo, praticando boas obras, não para obter salvação e sim por já havermos experimentado-a em nossa vida; é possível fazer bem ao próximo sem estar salvo, mas não se deixa de praticá-as quando se experiementa a salvação em Jesus. Deus conhece o íntimo de cada, Ele sabe muito bem se suas obras boas, são resultado da salvação já experimentada pela passoa ao aceitar a Jesus como seu Salvador e Senhor, ou não.
Mas o que ocorrerá com os remidos que foram com Jesus para o Céu? Por quanto tempo permanecerão lá? "E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos." (APOCALÍPSE 20:4) e "Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?" (I CORÍNTIOS 6:3). Durante mil anos os justos estarão no Céu, julgando... será o momento de saber por que pessoas que se tinha convicção de que estaria no Céu, não está lá; e também por que outros que se tinha convicção de que não estaria no Céu, está lá; será a hora de passar a limpo a história de cada ser humano, de se saber cada palavra, ação, pensamento e sentimento bons e maus, arrependidos e acaríciados; serão julgados também os próprios anjos caídos, para que não haja dúvida nenhuma de que a sentença de Deus a cada um, foi misericordiosa e justa.
E o como estará o planeta Terra? O que ocorrerá aqui durante estes mil anos? "E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo [...] Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram [...]" (APOCALÍPSE 20:1-3, 5 p.p.). Durante estes mil anos em que os remidos estarão no Céu fazendo o trabalho que já mencionamos acima, aqui na Terra, Satanás estará circunstancialmente preso, pois todos os ímpios (seres humanos que não foram salvos) estarão mortos, logo ele já não terá a quem tentar, passará aqui os mil anos contemplando o resultado da sua rebelião contra Deus, como já discorremos sobre o tema em outro momento. Mas o texto acima diz que ele será solto por pouco tempo, o que isto significa? o que ocorrerá após este período de mil anos? "E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre." (APOCALÍPSE 20:7-10). Respondendo a tais perguntas de modo bem suscinto, a Bíblia está dizendo que após os mil anos, Jesus e os remidos retornarão à Terra com a Cidade Santa e os ímpios mortos ressuscitarão, então Satanás e seus anjos se reunirão a eles e tentarão tomar a Cidade Santa, mas Deus fará com que caia fogo do céu e os consuma para sempre. Mas parece sem sentido que os ímpios ressuscitem, simplesmente para morrerem novamente; será que não haveria nenhum outro propósito a ressurreição deles? Será que entre a ressurreição dos ímpios e o extermínio total do mal, não ocorrerá nada? "E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo." (APOCALÍPSE 20:11-15). Neste intervalo de tempo haverá a coroação de Jesus e o julgamento dos mortos ímpios, agora ressuscitados; os livros de registros do Céu serão abertos e a vida de cada um virá a público, incluindo de Satanás e seus anjos, assim não ficará dúvida de que a sentença de morte eterna proferida por Deus contra eles, é justa. É necessário que os ímpios ressuscitem para verem suas histórias vindo a público, cada sentimento, pensamento, palavra e ato pecaminosos vindo à tona, cada oportunidade de arrependimento dos seus pecados, recusadas, cada pecado acariciado e portanto, não arrependido, pecados conhecidos e também aqueles guardados em segredo, agora sendo expôsto ao público. Assim perante todo o universo, não haverá para todo o sempre, qualquer sombra de dúvida quanto ao caráter santo de Deus.
"E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis." (APOCALÍPSE 21:1-5). Para sempre o pecado e suas amargas consequências deixarão de existir e a Terra retoma seu estado original, como na criação; somente a perfeita harmonia, amor e paz reinarão e o próprio Criador reinará aqui na Nova Terra.
REFERENCIAS

Bíblia. Almeida Corrigida e Revista Fiel.

LEGENDAS
Textos bíblicos em que Deus fala.
Textos bíblicos.

2 comentários:

  1. Post bom,mas gostaria que me explicasse sobre Mt25.34que diz que o reino está preparado desde a fundaçao do mundo e em Joao 14.1 a3 jesusdiz que vai preparar lugar.Parece contradiçao. Aguardo resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa esta tua pergunta, realmente desafiadora! Mas como você mesma disse, "parece" contradissão; não significa que seja.
      Comecemos por João 14:1-3, neste texto Jesus está consolando os discípulos, relativamente à sua partida para o Céu. Ele declara que o Céu é um lugar com muitas habitações, as quais Jesus iria preparar para morarmos nelas, afim de estarmos para sempre com Ele; ao lermos Apocalípse 20:1-6, 21:1-27, podemos claramente notar que este tempo no reino do Céu durará mil anos, depois disto Jesus novamente retorna a este mundo junto com a Cidade Santa e todos os remidos, para finalmente eliminar Satanás e todos os anjos maus, que estiveram circunstancialmente presos aqui durante estes mil anos e juntamente com eles, todos os ímpios, que estavam mortos, mas na ocasião ressuscitarão; assim o mal será para sempre extinto e então sim, Deus nos dará por herança o reino que nos está preparado desde a fundação do mundo, conforme Mateus 25:34, o reino da Terra, mas como Deus o fez (fundou) lá no princípio, na criação: perfeito! Afinal, fomos criados aqui, para habitarmos neste mundo e nele dominarmos, porém sem pecado, como diz Gênesis 1:26-29.
      Em outras palavras, os textos que você citou, referem-se a dois reinos: o primeiro aqui na Terra, que por ocasião do pecado nos foi usurpado e que Jesus nos fará herdar novamente; e o segundo é o reino do Céu que durará mil anos. O fato de Jesus dizer já em Sua segunda vinda, para herdarmos este reino que nos está preparado desde a fundação do mundo (o reino da Terra), não significa que a posse de tal herança será imediata, significa apenas que agora ela está garantida.

      Excluir